Você sabia que as baixas temperaturas no inverno e o forte calor no verão podem prejudicar o funcionamento de alguns componentes do veículo? Mas fique tranquilo, imprevistos podem ser evitados com alguns cuidados e a boa e velha manutenção preventiva.

Acompanhe a seguir algumas dicas e cuidados para manter o bom desempenho do seu carro de acordo com as variações climáticas:

#1 – Nas baixas temperaturas os componentes de borracha geralmente sofrem ressecamento e quando expostos ao forte calor como no verão esse problema se agrava.

No caso das palhetas dos limpadores de para-brisas acabam perdendo eficiência na limpeza do vidro, então é indispensável a troca deste item principalmente no inverno quando há muita chuva e neblina.

#2 – O aumento ou redução do calor altera a pressão interna dos pneus. Logo, calibrar corretamente a cada mudança evita o desgaste e melhora o consumo de combustível do carro.

#3 – Manter o carro a exposição tanto do sol quanto as geadas e nevoeiros pode gerar um desgaste da lataria do automóvel. As geadas e nevoeiros carregam uma determinada quantia de poluição que pode prejudicar a pintura do veículo.

Por isso, manter o polimento em dia seria uma opção para proteger a pintura e em consequência a lataria do veículo. O forte calor além da pintura, estraga os bancos e partes plásticas. Evite deixá-lo exposto às intempéries.

Polimento

Variação climática prejudica automóveis: 10 problemas comuns em carros no frio e no calor

#4 – Substituir o filtro do ar condicionado é importante não somente no verão mas no inverno também. Realizando a troca em dia se mantém a qualidade do ar e evita a proliferação de bactérias.

#5 – As baixas temperaturas alteram a viscosidade do lubrificante do motor o que exige um pouco mais da bateria para dar a partida no carro. Esses esforços fazem a bateria perder a carga. Fique atento e caso perceba alguma variação, procure um especialista!

#6 – Carros movidos a etanol ou flex sofrem no inverno. Existe nesses veículos um compartimento para gasolina que realiza a partida no motor. Mantenha-o sempre cheio, com combustível novo e de boa qualidade para garantir a partida de forma rápida e sem consumir muito a bateria do veículo.

#7 – Geralmente nos dias frios o carro demora a pegar, tome cuidado, isso pode encharcar as velas de ignição resultando na queima das mesmas. Fique atento, o excesso de combustível ou presença de óleo na câmara de combustão podem acarretar em problemas ainda maiores.

#8 – Utilizar aditivo correto no radiador juntamente com água desmineralizada é essencial. Pois ele altera o ponto de ebulição e congelamento da água, evitando que ela ferva ou congele, mantendo o motor na temperatura correta de trabalho e menos suscetível a temperatura externa. O fluido para radiador também tem função antioxidante, protegendo os componentes do circuito contra a corrosão.

#9 – No inverno evite acelerações com alta rotação logo ao dar a partida pois o motor precisa de uma temperatura ideal para garantir a lubrificação necessária em todo o conjunto. Desta forma, espere o carro esquentar para não sofrer um desgaste desnecessário e trabalhar com o veículo em seu melhor estado.

#10 – No verão o sistema de arrefecimento do carro fica mais sensível. Se o motorista manter em dia seu funcionamento, nunca terá problemas de superaquecimento, por isso vale dar uma conferida.

Esse sistema é responsável por absorver e dissipar o excesso de calor gerado pelo motor, composto de componentes como a válvula termostática e o interruptor térmico. A válvula termostática é responsável pelo controle da temperatura de funcionamento do motor, consequentemente do sistema de refrigeração.

Sua função evita variações bruscas de temperatura sem aumentar o consumo de combustível, poluição e o desgaste dos componentes móveis.

Interligado com o funcionamento da válvula termostática temos o interruptor térmico. Esta é uma válvula que ativa o eletroventilador, quando a água atinge a temperatura adequada para a proteção do motor. Um dos problemas é a queima do mesmo e a oxidação que pode provocar o mal funcionamento, não acionando o eletroventilador ao qual tem a função de refrigerar a água. Fique atento!

O que achou das dicas? Para manter o seu veículo rodando como novo é sempre importante seguir as indicações do fabricante. E como falamos no início, procure fazer a revisão preventiva em uma oficina mecânica de confiança para evitar dores de cabeça. Prevenir sai muito mais barato do que remediar.

Acompanhe nossas redes sociais para receber mais dicas e conhecer o trabalho da Autêntica Autopeças.