Oficina para troca do óleo do câmbio automático

O câmbio automático estabelece conforto, estabilidade e facilidade para os motoristas. No entanto, assim como qualquer peça do carro, de vez em quando ele necessita de uma boa vistoria, e de acordo com o manual, a troca preventiva do óleo. Por isso, esse é um mercado altamente rentável!

Confira nesse artigo a importância da atuação de profissionais, equipamento e os cuidados na hora de oferecer esse serviço.

A troca de óleo do câmbio automático

Para uma troca completa do óleo do câmbio automático é necessária a utilização de uma máquina especifica para essa atividade, onde a troca acontece com o veículo em funcionamento e a maquina faz o processo por diálise.

É importante levar em conta que a qualidade do óleo não irá durar para sempre. Ao longo dos anos eles se degradam e, em determinados casos, podem até ser contaminados.

Os fluidos de um câmbio automático são constituídos por vários produtos químicos. Boa parte desses aditivos são gastos no decorrer da vida útil do óleo. Conforme o óleo é usado os aditivos esgotam-se e desativam-se. Sendo assim, ele deve ser trocado.

Além do mais, o óleo é fundamental para o bom funcionamento do câmbio automático, não apenas por permitir mobilidade para os componentes e engrenagens, mas também para preservar o equipamento reduzindo temperatura e o atrito.

Caso a troca não seja realizada, as impurezas acumuladas podem entupir alguma válvula, por exemplo, gerando falhas e outros danos. A consequência disso, além do transtorno com o câmbio, é um gasto exorbitante com a manutenção.

Quando efetuada nos períodos adequados, a troca de óleo do câmbio evita desgastes às peças, garantindo vida longa para a peça e até mesmo mais segurança para o motorista.

A importância de ter ao seu lado uma boa oficina mecânica

Para efetuar a troca de óleo do câmbio automático é ideal poder contar com o auxílio de quem entende do assunto. São nessas horas que você precisa alem de capacitar profissionais, e ter maquinário adequados , alinhar o seu marketing.
Pense bem, será que seu cliente iria tratar da saúde em qualquer consultório médico, desconhecendo completamente a reputação do profissional?

O mesmo vale para o veículo. Por isso, para assegurar que o seu carro fique em boas mãos, para garantir que o serviço de troca de óleo do câmbio automático seja bem feito, os clientes estarão atentos para escolher a melhor oficina mecânica.

Não importa a distância, o que vale é a competência

Alguns motoristas fazem questão de que a oficina mecânica seja nas proximidades de onde eles moram. A preocupação é válida e prioriza a praticidade, porém nem sempre a oficina mais perto é a mais qualificada.

O critério prioritário deve ser mesmo a qualidade nos serviços apresentados. Hoje em dia não é difícil conhecer como é o ambiente de trabalho de uma oficina mecânica. Basta uma rápida olhada na internet, consultar outros clientes, enfim, alternativas não faltam.

Conhecer a estrutura interna da oficina e a opinião de demais clientes facilita a avaliação. Além do mais, é pertinente também que a oficina tenha certificados e documentos adequados para o funcionamento.

Outra dica muito importante é verificar se o cliente pode acompanhar durante a realização da troca de óleo do câmbio automático, muitas oficinas dispõem de um ambiente exclusivo para os clientes aguardarem e poder acompanhar a execução do serviço.
 

Avalie também o atendimento

É importante que durante o atendimento os profissionais consigam sanar todas as dúvidas dos clientes. Tudo deve ser devidamente explicado, mostrando como os procedimentos serão realizados.

Essa postura mostra o comprometimento dos profissionais em fazer um trabalho bem feito e da mais alta qualidade.

Nesse contexto entra também o orçamento, pois ao solicitá-lo, é fundamental que todo o serviço prestado e efetuado seja detalhado, sem deixar nenhum tipo de dúvida.

Funcionários que conhecem o assunto

É importante que a oficina tenha técnicos que saibam o que estão fazendo quando o assunto é a troca do fluido. Ele deve entender os tipos de transmissão possíveis do veículo, se é um câmbio automático convencional, câmbio CVT ou DSG.

Da mesma forma, é essencial averiguar antes se a oficina conta com esse tipo de profissional, capaz de distinguir os tipos de fluido que vai em cada veículo.

Além do mais, a oficina deve ter uma máquina adequada para fazer a troca do fluido do carro, que contenha ferramentas como flanges e adaptadores. É também fundamental que a oficina tenha condições de oferecer um fluido de qualidade.

 Máquina de Troca de Fluído de Câmbio Automático

Cuidado e Eficiência

Máquina de troca de óleo de transmissões automáticas, realiza o trabalho de forma rápida e eficiente. Substitui o óleo contaminado pelo novo em aproximadamente 7 minutos, onde conta com fluxômetro para conferência da entrada de óleo novo e visor de vidro para conferência da saída de óleo contaminado.