Como fazer a manutenção correta e orientação sobre o procedimento para fazer a substituição das mangueiras do sistema de arrefecimento

As mangueiras do sistema de arrefecimento têm a função de realizar a condução dos fluídos para o resfriamento e controle de temperatura do motor do veículo. Por isso, para evitar problemas, é fundamental fazer a análise do componente nas manutenções periódicas.

“É sempre bom lembrar que se o automóvel não estiver com o sistema de arrefecimento em ordem, o motor pode superaquecer ocasionando a quebra ou até mesmo a perda do motor, que irá fundir seus componentes mecânicos e perder o conjunto por completo, o que possui um alto custo de recuperação e substituição”.

A recomendação do especialista é fazer uma análise visual das mangueiras e verificar se existe algum ponto de ressecamento, trincas ou pequenos vazamentos, que é perceptível, principalmente, quando é aplicado líquidos protetivos. Assim é possível identificar o rastro de vazamentos na estrutura do cofre do motor ou marcas no chão da garagem do veículo. Também é importante conferir o nível do líquido do sistema de arrefecimento, mantendo-o sempre entre as marcações de máximo e mínimo do reservatório. Se notar baixa no líquido, pode sem sinal de algum vazamento.

Para assegurar sua vida útil, a empresa alerta para não fazer adaptações no sistema, o que poderia causar atrito com algum componente do bloco e levar a um rompimento. Também é possível fazer a checagem manual, por meio do tato, apertando as mangueiras para verificar se o conjunto não tem nenhum ponto com aparência rígida, com a estrutura ressecada ou quebradiça. Importante: sempre faça isso com o carro desligado e já frio depois do uso.

Para a substituição das mangueiras de arrefecimento, a dica da empresa é utilizar abraçadeiras metálicas de rosca sem fim de cantos arredondados (para não cortar ou marcar a mangueira) ou abraçadeira elástica (Spring Clamp – DIN3021) conforme o padrão original utilizado pela montadora, para melhor fixação sem danificar a estrutura da mangueira no aperto do conjunto.

 “Algo importante a se considerar é que, ao realizar a manutenção e substituição das mangueiras de arrefecimento, é preciso, realizar também a análise do conjunto completo, incluindo o estado de conservação e uso do reservatório, radiador e suas respectivas tampas, bomba d’água, as válvulas termostáticas, abraçadeiras e conectores”,. Por fim, ao realizar qualquer manutenção no sistema de arrefecimento, faça também a substituição do seu líquido com o aditivo correto, conforme indicado pelas montadoras.