Atualmente no Brasil temos uma frota de veículos que não para de crescer, girando em torno de 47,1 milhões de automóveis. Dentre esses milhões, temos veículos de diversas marcas e modelos: importados, nacionalizados e nacionais. Em torno de 13,8% são importados e o restante se divide entre nacionais e nacionalizados.

Atualmente são comercializados 39 marcas de veículos no país. Destas, 36 importam veículos de outros países e também possuem fábricas no Brasil. E, as outras 3, são de território nacional. Confira as marcas brasileiras:

Troller

Marca fundada no Brasil em 1995 no Estado do Ceará, fabrica veículos utilitários do tipo off-road, quais são utilizados geralmente para prática de esportes e aventuras em locais sem infra-estrutura urbana.

TAC Motors

Sigla que significa Tecnologia Automotiva Catarinense (TAC). Empresa fundada em Joinville – Santa Catarina no ano de 2004, também conta com outra unidade em Sobral, no Ceará, desde 2011. Seus veículos também seguem a linha off-road.

Chery

Indústria chinesa que se instalou no Brasil em 2009 no interior do estado de São Paulo e, em 2017, após negociações, passou a ser Caoa Chery. Atualmente são comercializados somente cinco modelos no Brasil.

Veja alguns detalhes das principais marcas de veículos importados e nacionalizados que são comercializadas no país:

Grupo Volkswagen

De origem alemã, é o segundo maior fabricante do mundo. Suas principais marcas são Volkswagen, Audi, Seat, Skoda, Bentley, Bugatti, Lamborghini, Porsche e Ducati.

No Brasil, destacam-se Volkswagen e Audi. A primeira está presente há 66 anos, onde possui quatro fábricas: São Bernardo do Campo SP; São Carlos SP; Taubaté SP; São José dos Pinhais PR. Nestas, são produzidos dez modelos de veículos: Gol, Voyage, Saveiro, Fox, Polo, Jetta entre outros. Até hoje aqui, foram produzidos mais de 23 milhões de veículos, sendo considerado o país que tem maior presença da marca fora da Alemanha.

Audi

Chegou ao Brasil em 1993 trazida pela importadora Senna Import, qual sócio proprietário era Ayrton Senna. Hoje, além de chegar através de importação, são fabricados no país os modelos Audi A3 Sedan e Audi Q3.

Renault

Indústria automobilística privada de origem francesa que projeta, fabrica e vende veículos de passeio e comerciais leves. Está presente em 128 países.

A Renault está no Brasil desde 1960, mas devido a uma lei política em 1970, foram proibidos de serem comercializados veículos importados. Retornou ao país em 1992 como importadora e em 1998 inaugurou sua fábrica em São José dos Pinhais PR, onde produz cerca de 380 mil veículos por ano. Atualmente a marca é a 5º mais vendida do Brasil. Aqui são produzidos alguns modelos como Megane, Scenic, Kangoo, Master entre outros.

O governo francês detém 15,7% da empresa. A Renault tem participação de 43,4% da fabricante Nissan, juntas elas formam a Renault-Nissan Alliance. Também tem participações na Samsung Motors e Volvo Trucks. Em 2016, a Renault-Nissan Alliance comprou a maior parte das ações da Mitsubishi e alavancou os negócios.

General Motors Corporation – Chevrolet

É uma multinacional norte americana fundada em 1911, umas das maiores marcas de veículos do mundo, está presente em mais de 100 países. No Brasil, a Chevrolet iniciou suas atividades no ano de 1925 em São Paulo. Inicialmente, a empresa só realizava a montagem. Componentes e peças eram importados da matriz. Devido a demanda em 1930, passou a fabricar no país, onde, desde 2016, é a marca mais vendida. Vários modelos são de origem nacional, sendo fabricados em três unidades no país, porém, ainda são importados modelos como Camaro, vindo do Canadá, Cruze da Argentina e Equinox e Tracker vindos do México.

Bayerische Motoren Werke AG

Empresa alemã fabricante de automóveis e motocicletas. desenvolve, fabrica e comercializa seus produtos sob as marcas Mini, Rolls-Royce Motor Cars e BMW.

A BMW chegou ao Brasil como importadora, mas em 2014 inaugurou sua fábrica em Araquari Santa Catarina, onde atualmente são produzidos os modelos nacionalizados BMW X1, BMW X3, BMW X4, BMW série 3.

Groupe PSA

De origem francesa, é formada pelas marcas Peugeot e Citroën. A Peugeot foi fundada em 1896. Os veículos Peugeot e Citroen chegaram de importação para o Brasil, mas apenas em 1990 se estabeleceram oficialmente no país. Com objetivo de crescimento na América Latina, foi criada, em 1997, a filial do Groupe PSA no país, denominada Peugeot Citroen do Brasil. Em 2001, em Porto Real (RJ), foi inaugurado o polo industrial Brasil. Assim iniciava a fabricação no país.

Hyundai Motor Company

Foi fundada em 1967 na Coreia do Sul. Hoje, possui 10 fábricas pelo mundo. No Brasil, iniciou as atividades em São Paulo no ano de 2011. Aqui, são produzidos os modelos HB20 e Creta.

Nacionalização dos veículos

Muita gente confunde nacional com nacionalizado. A nacionalização de um produto se dá a partir do ato de tornar nacional algo de origem estrangeira através de procedimentos de desembaraço alfandegário. Assim, a mercadoria passa a pertencer à economia nacional e não mais do país exportador. Após este processo, o produto passa a circular livremente pelo país, pois se trata de uma importação definitiva.

No caso dos veículos, as montadoras tem que cumprir um percentual mínimo exigido pelo governo, controlado pelo índice de nacionalização, o qual exige que 65% dos componentes do automóvel sejam de origem nacional.

Então, para que você entenda o que são veículos nacionalizados, vamos explicar de forma bem simples. Dentre essas marcas que possuem fábricas em nosso país, muitas trazem grande parte das peças de importação, assim sendo veículos nacionalizados aqueles que são montados em nosso país basicamente com 35% das peças de origem estrangeira e 65% de produção nacional.

Com a nacionalização e a importação de veículos, surgiram no mercado automotivo do país exemplares com muitas inovações tecnológicas que necessitam para sua manutenção mais conhecimento em tecnologias e, consequentemente exigem mais atenção e equipamentos modernos e apropriados. Para suprir essas novidades e exigências, os reparadores tem de se manter atualizados e o resultado dessas modernidades é mais eficiência e precisão nos serviços.

Logo quando chegaram ao país, esses veículos tinham custo maior para mantê-los do que os nacionais, justamente por exigir mais conhecimento da mão de obra. Peças eram difíceis de encontrar, preço maior, seguro mais caro… enfim, vários pontos que dificultavam o crescimento desta linha.

Nos últimos 3 anos, 8 montadoras deixaram o Brasil, dificultando o mercado de reposição e até mão de obra especializada para realizar a manutenção em seus automóveis. Mas, segundo a lei brasileira, todo e qualquer fabricante importado que traga veículos para o país tem a obrigação de fornecer assistência técnica por 5 anos após sua saída do mercado.

Hoje, em alguns modelos, ainda se encontra um pouco de dificuldade para encontrar peças de reposição, principalmente itens de acabamento de modelos antigos, mas, os consumidores estão bem mais confortáveis neste sentido do que há alguns anos atrás.

Tendo em vista que o mercado de nacionalizados e importados tem grande potencial, investimos nossa especialidade neste segmento. Há 10 anos, nossa empresa busca ter uma ampla variedade de itens para atender as necessidades dos consumidores nesta área, além de oferecer um atendimento qualificado e comprometido. Trabalhamos com reposição de peças para suspensão, transmissão, freio e motor. Nosso estoque conta hoje com mais de 25 mil itens a pronta entrega.

E, para trazer mais conforto e comodidade aos nossos clientes, criamos nossa loja on-line. Lá, você vai encontrar itens de marcas consolidadas com preço de distribuidora, tudo para garantir sua satisfação! Vem conferir: www.autenticaweb.com.br